Filtro:

Ivan assinava suas obras como Ivan Blin. Autodidata, nunca frequentou qualquer escola de desenho ou de pintura. Começou a desenhar em meados da década de 50. Fez algumas exposições com bastante sucesso de vendas. Seu estilo era o fauvisme, movimento artístico nascido na França, em 1905, em que predominava a importância da cor. Para Matisse, o maior nome entre os fauvistes, "era necessário aumentar os poderes da cor, não somente quando era viva e forte, mas também quando se fazia delicada".

Além da presença importante do colorido, as telas de Ivan cativam pela energia e firmeza dos traços. Em contraste, encontramos algumas de suas obras realizadas em preto e branco, talvez uma forma de pausa entre os períodos de criação mais eloquentes.

Exposições individuais:

1958: Galeria Montmartre, RJ
1960: Galeria Montmartre "Jorge", RJ
1970: Galeria Montmartre "Jorge", RJ
1971: Galeria Chica da Silva, RJ
1974: Galeria Montparnasse "Jorgestyle", RJ

Em 1988, foi realizada uma exposição póstuma de algumas de suas obras, no espaço cultural do IMPA - Instituto de Matemática Pura e Aplicada/RJ, juntamente com obras de Pindáro Castelo Branco.

Bibliografia: Dicionário Brasileira de Artes Plásticas, vol.1, de Carlos Cavalcanti.

Opiniões:

"Ivan Blin é um artista de dons invulgares, de inventiva forte, máscula, luminosa, aliada a um dinamismo cromático que está presente em cada um de seus trabalhos."
Pachoal Carlos Magno, 1970.

"Meu pai fez as pararelas se tocarem antes do infinito. A pintura de Ivan Blin permanecerá, como demonstração inigualável do que foi sua vida, uma síntese da ciência e da arte."
Catherine Beltrão, 1988.
 


Baden Powell
Pintura, Óleo

Barco em fundo claro
Pintura, Óleo

Barco em fundo escuro
Pintura, Óleo

Barcos em contraponto
Pintura, Óleo

Casas coloridas
Pintura, Óleo

Consonância
Pintura, Óleo

Diable
Pintura, Óleo

Dois barcos
Pintura, Óleo

Duas casas com tronco de árvore
Pintura, Óleo
Anterior123Próxima
Todos os direitos reservados